O Centro de Ciência da Aprendizagem da Austrália promoveu entre os dias 18 e 21 de setembro uma conferência internacional sobre o tema, o The International Science of Learning Conference.  O evento reuniu vários especialistas internacionais para debater temas como o modo pelo qual a aprendizagem pode estender os limites da capacidade atencional dos alunos, o papel da imitação desde o iní­cio do desenvolvimento infantil, a emergência dos estereótipos na adolescência, a aprendizagem da matemática, fatores socioculturais no ensino e outros. A Rede CpE esteve representada com uma palestra de nosso coordenador, o neurocientista Roberto Lent (UFRJ).

O Centro de Ciência da Aprendizagem da Austrália é uma das poucas iniciativas estruturantes na área em todo o mundo, reunindo redes de pesquisadores que trabalham em pesquisa translacional para educação. A inciativa recebe o apoio do governo australiano e o evento promovido por eles contou com a presença do Ministro de Educação da Austrália.

Além do Brasil, também estiveram presentes representantes dos Estados Unidos, que têm uma rede de laboratórios apoiada pela Fundação Nacional de Ciência do paí­s e Hong Kong, com um conjunto pequeno de laboratórios. Durante reunião no evento, esses países cogitaram criar uma “rede das redes” internacionais de ciência para educação com o objetivo de melhor articular suas atividades.

Além da programação científica, um dos dias da conferência foi inteiramente dedicado a discutir com professores e gestores do sistema escolar australiano as melhores práticas educacionais baseadas em evidências científicas.

“A participação da Rede CpE nesse evento internacional mostra nosso protagonismo em um movimento pioneiro em todo o mundo, e a relevância da pesquisa translacional em educação”, comenta Roberto Lent. “O Brasil precisa investir fortemente nesse caminho, antes que perca mais uma vez a corrida para os países desenvolvidos.”

Sobre o Autor

Sofia Moutinho

Jornalista carioca guiada pela curiosidade e fascinada pela ciência. Especializada na cobertura de ciência, saúde, tecnologia e meio ambiente, atuou como repórter da Ciência Hoje durante maior parte de sua carreira. Na Rede CpE, toca a assessoria de imprensa e a produção de conteúdo.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado